Ser Sócio

Ações de reflorestação têm sido realizadas na Área de Proteção Privada Faia Brava desde a sua criação em 2010, como objetivo  principal de restauro ecológico.

Os problemas quetêm afectado  o reduzido sucesso das ações de florestação  anteriores são  a fraca  qualidade do solo, a seca, o impacto dos animais domésticos e selvagens.  Dessa forma a percentagem de sobrevivência nas plantações de árvores na  Faia Brava é em média cerca de 10% após o primeiro ano.

Para aumentar a taxa de sobrevivência das árvores, resolvemos experimentar um novo método de plantação de árvores!

Vão ser plantados  4 pequenos lotes de floresta (0,25ha) com materiais e técnicas de última geração e esperamos estabelecer árvores que promovam a  biodiversidade e que  se tornem bancos de sementes vivos. A primeira dessas áreas experimentais  foi concluída no passado mês de Novembro de 2020.

O modelo atual de plantação foi sugerido por Ronald Buiting, da Buiting Advies, empresa holandesa fundada em 1992, com projetos de restauração em vários  países. O tipo e a distribuição das novas árvores na plantação foi projetada para imitar a estrutura de uma floresta madura. A parcela experimental deve integrar visualmente a paisagem circundante e promover uma maturação mais rápida de algumas árvores.

Os principais princípios que se aplicam são o uso de espécies nativas, plantio em subgrupos (eco-unidades), o uso de formas naturais para as eco-unidades e uma variação projetada de densidades de árvores em diferentes eco-unidades.

A redução do stress hídrico é conseguida por irrigação direta ou pelo uso de recipientes individuais de água, as  caixa de água da Land Life Company. Esta tecnologia foi proposta pela  Buiting Advies e cerca de metade de todas as árvores plantadas tem uma  caixa de água individual reutilizável ou caixa de água biodegradável ​​de cartão.

Todos os buracos para as árvores foram feitos com uma broca mecânica que cria mais espaço para o desenvolvimento das raízes e permite que as caixas de água sejam parcialmente enterradas. Isso protege as caixas de água de plástico da degradação por UV e ajuda a regular a temperatura na base das árvores jovens. Também cria um espaço para juntar estrume maduro no solo, antes da plantação.

A contribuição final para promover uma  maior taxa de sucesso foi a inoculação de uma mistura de micorrizas  ( mistura comercial de fungos pioneiros nativos da Ecovit) nas raízes de todos os carvalhos que irá contribuir para que as plantas estabeleçam uma relação simbiótica com fungos pioneiros aumentando a sua capacidade de absorção de água, proteção contra os ataques de fungos patogénicos  garantindo  uma baixa mortalidade na plantação, melhor nutrição e uma proteção geral contra o stress ambiental.

Este trabalho experimental será monitorizado nos próximos anos e desta forma esperamos obter mais conhecimento e capacidade para criar uma floresta mais numerosa e resiliente.

Caso esteja interessado em saber mais sobre este projeto poderá solicitar uma visita técnica a uma parcela experimental.

planting trees

   drill and tractor

 

Notícias

Florestação pela ATNatureza na televisão portuguesa

No dia 13 de abril as atividades de florestação da ATNatureza foram transmitidas no canal público RTP2 no programa Biosfera; Como salvar as serras do deserto? (a partir dos 19 minutos)   As...

ler mais

Empresa de Consultoria Wing compensa CO2 na Reserva Fai…

A ATNatureza com o objetivo de restaurar o ecossistema, plantou 500 árvores em parcelas de 0,25 ha espalhadas pela paisagem da Reserva da Faia Brava, numa ação de reflorestamento controlado. Partilha...

ler mais

Inovação para um Novo “Impulso na Reflorestação da Fai…

Ações de reflorestação têm sido realizadas na Área de Proteção Privada Faia Brava desde a sua criação em 2010, como objetivo  principal de restauro ecológico. Os problemas quetêm afectado  ...

ler mais
mais notícias