Blogue

No passado dia 09 de Novembro, a ATNatureza esteve na sede da Liga Portuguesa para a Protecção da Natureza (LPN), em Lisboa, para a apresentação dos resultados do projecto LIFE Imperial, relativos às acções contra o uso ilegal de venenos desenvolvidas pela associação. 

A sessão contou com a presença de várias entidades, para além da ATNatureza, tais como a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), QUERCUS, Direcção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), Palombar, Inst. Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV), Fac. de Ciência da Universidade de Lisboa (FCUL) e Guarda Nacional Republicana (GNR).

Para além da apresentação do resultados, dentro da temática do uso ilegal de venenos, foram, ainda, debatidas ações e propostas que visam a formação (juízes, magistrados, médicos veterinários, CAB, etc); a cadeia de custódia, necrópsia forense, análises toxicológicas, investigação criminal e o acompanhamento da aplicação do protocolo de actuação. 

Nesta sessão, foi ainda apresentada a nova proposta de protocolo de actuação do Programa Antídoto Portugal (PAP), pelo ICNF às entidades presentes que, unanimamente, demonstraram interesse na reactivação deste programa nacional. 

No passado, este programa centralizava toda a informação e garantia a uniformização de procedimentos e actuação, na temática do uso ilegal de venenos direccionados à fauna. 

Para a ATNatureza foi muito importante estar presente na sessão, uma vez que foi das que esteve na criação do programa. 

IMG 2045 minIMG 2052 minIMG 2039 min

Saiba mais sobre o projecto: www.rupis.pt

No passado dia 25 de Outubro, no âmbito do projecto LIFE Rupis, a ATNatureza dinamizou, com os alunos de Figueira de Castelo Rodrigo, a devolução à Natureza de dois grifos, no Miradouro Alto da Sapinha, em colaboração com elementos do CERVAS. 

Para além dos cerca de 30 alunos presentes, assistiram também à devolução, alguns elementos dos Bombeiros Voluntários de Figueira de Castelo Rodrigo, entre outros particulares. 

A actividade começou com uma breve contextualização do projecto LIFE Rupis e do motivo pelo qual estes indivíduos estiveram em recuperação no CERVAS (Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens), seguidos de algumas notas a ter em conta aquando da devolução.

Depois de todas as orientações dadas e designados os alunos para apoiarem na devolução, chegou o momento que todosesperavam para poderem ver estes gigantes necrófagos bem de perto.

Com o primeiro indivíduo o momento foi bastante rápido: no instante em que foram levantadas as protecções, este, imediatamente saiu da caixa de transporte e levantou voo, tendo, no entanto, parado em um telhado da propriedade para se habituar. 

O segundo grifo a devolver à Natureza deu mais tempo para que todos pudessem apreciar e registar o momento. Depois de tiradas as protecções e tendo saído muito devagar da caixa de transporte, o animal esteve mais de uma hora junto do grupo. 

Esta actividade está inserida nas acções E1 do projecto LIFE Rupis, cujo objectivo é a educação ambiental e sensibilização de público escolar e em geral, para as espécies-alvo do projecto e para a protecção e conservação dos ecossistemas. 

Estes dois grifos foram encontrados muito debilitados pela equipa de Vigilantes da Natureza do Parque Natural da Serra da Estrela que os entregou aos cuidados do CERVAS. 

No centro, estes indivíduos, primeiramente, foram hidratados e alimentados adequadamente, seguido de um período de musculação e socialização em túnel de voo. 

 A equipa da ATNatureza ficou muito satisfeita com esta actividade ao verificar o interesse e entusiasmo dos alunos e que estes ainda têm bem presente o que é o projecto LIFE Rupis e o seu objectivo.

Aproveitamos ainda para agradecer a presença do CERVAS, dos alunos e professores do Agrupamento de Escolas de Figueira de Castelo Rodrigo, dos Bombeiros Voluntários e dos outros elementos que assistiram à actividade.

Apoiar a ATNatureza é Apoiar a Biodiversidade

A ATNatureza é uma organização não-governamental (ONG) de ambiente, sem fins lucrativos nem apoio estatal, que depende do apoio de mecenas, sócios e venda de produtos e serviços para financiar as medidas de conservação de Natureza que desenvolve. Os produtos, para além de representarem a excelente qualidade da região, têm impacto directo e significativo na produção local e na conservação de algumas espécies emblemáticas da fauna e flora de  Portugal.

Neste natal, apoie a Natureza e ofereça “Faia Brava” e, assim, estará a apoiar um projecto de cidadania, pioneiro em Portugal, que deu origem à primeira e única Área Protegida de Portugal - a Reserva da Faia Brava – e, que pretende a preservação da biodiversidade do Vale do Côa.

O lucro obtido com a venda dos produtos “Faia Brava”, reverte para o Fundo de Aquisição de Propriedades (FAP), para a compra de áreas importantes para algumas espécies da avifauna ameaçada, como é o caso da águia-de-Bonelli.

Ao participar nesta campanha estará a contribuir directamente para a angariação de receitas para a ampliação do projecto e a permitir a gestão de espaços directa e exclusivamente para benefício da fauna e da flora.

Diapositivo5

Torne-se Sócio da ATNatureza

Ser sócio da ATNatureza é fazer parte de um grupo de
amigos conservacionistas que apoiam a Natureza.

ser sócio

Notícias

Prevenir para Conservar - Prevenção de …

A ATNatureza apela aos espíritos conservacionistas para o apoio na Campanha de Prevenção de Incêndios Faia Brava 2018, de forma a protegermos a maior mancha de azinhal e sobreiral do Distrito ...

ler mais

Caminhada das Borboletas

A ATNatureza, em parceria com a "WildLife Portugal", organiza, no dia 15 de Setembro, uma "Caminhada das Borboletas", na Reserva da Faia Brava. Esta será uma actividade excelente para terminar este período ...

ler mais

LIFE Rupis: Alunos na Ribeira do Mosteir …

Realizou-se, no passado dia 15 de Junho, no âmbito do projecto LIFE Rupis, uma visita dos alunos do Agrupamento de Escolas de Freixo de Espada à Cinta à Ribeira do Mosteiro, ...

ler mais
mais notícias