Organização

Visão:

  • Criar espaços para a Natureza.

 

Missão:

  • Conservar, valorizar, conhecer e divulgar o património natural do Nordeste de Portugal, pela via da sustentabilidade e com a participação da comunidade, através da gestão e da proteção de áreas naturais.
  • A ATNatureza tem como missão a conservação da região dos Vales do Côa, Águeda e Douro, centrando-se na gestão de habitats e espécies com maior valor de conservação. Desenvolve por isso, projetos de restauro ecológico, incluindo ações de reflorestação, revitalização de atividade agropecuárias tradicionais, agricultura biológica, sensibilização, educação e divulgação ambientais.

 

Objetivos:

  • Conservação do património natural da região da bacia dos vales do Côa, Águeda e douro, através da promoção de atividades agropecuárias tradicionais.
  • Conservação dos espaços naturais do Vale do Côa, preservando a sua fauna e flora.
  • Alcançar a conservação de espécies em áreas naturais.
  • Garantir a sustentação económica/rentabilidade dos projetos de conservação da Natureza.
  • Contribuir para o dinamismo económico e social da região.

 

Áreas de atuação das atividades:

  • Estudo e conservação da fauna e flora da bacia dos Vales do Côa, Águeda e Douro.
  • Sensibilização e educação ambiental.
  • Elaboração e implementação de projetos ambientais de desenvolvimento rural (agrícolas, pecuárias, florestais e cinegéticos) compatíveis com a conservação da Natureza.
  • Apoio técnico nas áreas de produção e proteção florestal sustentável a prestar aos sócios, produtores florestais.
  • Valorização, recuperação e promoção de património cultural, arquitetónico e arqueológico da região.
  • Estabelecimento de parcerias com organizações nacionais e internacionais.
  • Divulgação ambiental e científica.
  • Formação profissional

 

Equipa

  • Nicola Scacchetti – Engenheiro Florestal
  • Sara Aliácar – Ambientóloga/Coord. projeto LIFE "Club de Fincaspor la conservación del Oeste Ibérico”
  • Rafaela Faria – Técnica de Comunicação
  • Armando Barbosa – Técnico de Monitorização
  • Luís Ribeiro – Ecoturismo/Monitorização
  • Sílvia Lorga – Administrativa
  • Abel Coito – Operador de Campo
  • José Dinis – Operador de Campo 

 

Órgãos Sociais

Direcção

Ana Berliner

Presidente

Henk Smith

Secretário-Geral

Dalila Correia

Tesoureira

Vanessa Mata

Vogal

Tereza Ameztói

Vogal

Miguel Correia

Vogal

Assembleia Geral

Paulo Santos

Presidente

Carlos Sanchéz

Vogal

Ricardo Nabais

Vogal

Conselho Geral

Ana C. Perpétuo

Presidente

Rui Torres

Vogal

João Jorge

Vogal

 

História

A génese da ATN
(Como nasce a ATN em Figueira de Castelo Rodrigo)

Criada a 6 de junho de 2000, a ATNatureza surge em Figueira de Castelo Rodrigo por iniciativa de um grupo de cidadãos portugueses, com a importante participação de pessoas de nacionalidade sueca, espanhola e holandesa, envolvidos em programas internacionais de conservação da natureza.

Assim sendo, a ATNatureza - cujo nome deriva da fundação holandesa STN (Stichting transhumance en Natuur) e que apoiou a atividade da organização nos inícios, como uma startup desta fundação -, nasce como uma entidade sem fins lucrativos e está classificada como Organização Não Governamental do Ambiente (pela Agência Portuguesa do Ambiente).

Inicialmente dedicada à proteção das espécies de aves rupícolas que nidificam nas Arribas do Côa, (como por exemplo o Britango e a Águia de Bonelli), a ATNatureza surge com um âmbito de atuação regional, em que, perante o elevado valor patrimonial natural da região e face à problemática da conservação, pretende servir de plataforma para o desenvolvimento de atividades de restauro ecológico e salvaguarda das práticas agropecuárias existentes na região.

A sua atuação e a estratégia tem sido adaptativa, de modo a adequar as práticas ao contexto das realidades sociocultural e natural da região, e dando prioridade a espécies e habitats que necessitam de maior atenção. 

Atualmente a ATNatureza recebe o apoio de mais de 700 sócios e está envolvida em diversas parcerias e projetos de âmbito nacional e internacional, sem nunca perder como foco a região em que opera.
A equipa da ATNatureza é composta por dez elementos a tempo inteiro e diversos estagiários em âmbito curricular e profissional, bem como por voluntários de curta e longa permanência, que apoiam na execução dos trabalhos.

 

Necessidade de “uma ATNatureza” em FCR?
(O porquê de se criar a ATNatureza)

A ideia da criação da ATNatureza surge como resposta a uma série de problemáticas que assolavam a região. Nos finais dos anos 90, o vale escarpado do rio Côa era alvo de um conjunto de ameaças sobre a fauna e a flora, devido aos incêndios frequentes, à caça furtiva, aos envenenamentos, à pesca com explosivos, ao corte raso de arvoredo e à instalação desordenada de pedreiras, que estavam a conduzir a um drástico empobrecimento da biodiversidade. Nesse sentido, a ATNatureza vem satisfazer a necessidade de uma entidade que protegesse o património natural da região, através de ações de restauro e de desenvolvimento ecológico.

Notícias

Prevenir para Conservar - Prevenção de …

A ATNatureza apela aos espíritos conservacionistas para o apoio na Campanha de Prevenção de Incêndios Faia Brava 2018, de forma a protegermos a maior mancha de azinhal e sobreiral do Distrito ...

ler mais

Caminhada das Borboletas

A ATNatureza, em parceria com a "WildLife Portugal", organiza, no dia 15 de Setembro, uma "Caminhada das Borboletas", na Reserva da Faia Brava. Esta será uma actividade excelente para terminar este período ...

ler mais

LIFE Rupis: Alunos na Ribeira do Mosteir …

Realizou-se, no passado dia 15 de Junho, no âmbito do projecto LIFE Rupis, uma visita dos alunos do Agrupamento de Escolas de Freixo de Espada à Cinta à Ribeira do Mosteiro, ...

ler mais
mais notícias